Já lá vão 8 anos e não me sai da memória o pânico sentido naquele dia pelo mundo inteiro.
O meu marido telefonou-me ao meio-dia e disse-me:
Imagina tu que um parvalhão qualquer bateu com um avião numa das torres gémeas.
Como é que é possível???
Mas que avião era? – Perguntei eu.
Deve ser um avião tipo cessna.
E a coisa ficou por ali.
Passado uns minutos liga a minha cunhada que estava em casa a dizer que tinha visto em directo na tv um avião comercial a chocar com a outra torre.
Escusado será dizer que apartir desse momento o pânico instalou-se. Aqui e por todo o mundo. Quando nos apercebemos que estávamos perante ataques terroristas brutais, ninguém mais trabalhou e lembro-me de ver pessoas a chorar pelos corredores (eu inclusive) a achar que era o fim do mundo. Havia comentários de quem achava que se faziam aquilo aos Estados Unidos então a nós era a destruição total. Logo depois os ataques aos talibãs reforçavam a ideias de que tínhamos entrado numa III Guerra Mundial.

Na televisão as imagens eram aterradoras. Milhares de mortos. Famílias desmembradas, crianças a chorar, vidas destruídas.

 

 

 

 

 

 

 

E foi assim, o dia que o mundo mudou....
publicado por mudeidevida às 00:00